(19) 3256-2525 / (19) 3256-4114

A Associação Beneficente dos Treze Pais “Lar da Criança Feliz” foi fundada em 1980, por treze amigos que se reuniram, com a finalidade de constituir uma Associação, sob a forma de Sociedade Civil, sem fins lucrativos e sem o envolvimento de ordem comercial, política e religiosa e com o intuito de acolher grupos de irmãos desamparados e sem recursos de subsistência. 

A instituição foi instalada numa área de onze mil metros quadrados no Parque das Universidades, em terreno cedido pela Prefeitura de Campinas, através de decreto nº 6435 de 1981. 

A partir de 1990, com a implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente e orientação dos órgãos públicos, um novo grupo de pessoas se uniu e, consolidou novas formas de ver a infância e a adolescência e, consequentemente, de atendê-las, quando em situação de risco pessoal ou social. 

Em novembro de 1994, a instituição teve o apoio do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Cargas de Campinas e Região - Sindicamp, para dar continuidade à missão, elegendo em Janeiro de 1995 a primeira diretoria executiva para um mandato de dois anos com Ademar de Campos na presidência. 

Em 1997, uma parceria com a Texaco propiciou a construção do um berçário, com capacidade para acolher 20 crianças de zero a quatro anos de idade. Todos os equipamentos, móveis, cortinas, máquinas de lavar roupas e utensílios para higiene e limpeza foram recebidos de doação dos empresários do setor de transporte e da comunidade. 

Também naquele ano, o primeiro veículo para transporte escolar próprio do Lar, uma perua Kombi 1997 foi doada pelo Projeto Pró Vida. 

Em 2001, um projeto do Banco HSBC, possibilitou a construção do prédio novo da lavanderia e vestiário dos funcionários, que até então ocupava um pequeno cômodo isolado na área do abrigo. 

Em 2002, através da Secretaria de Agricultura, o Lar da Criança Feliz passou a administrar o Programa Bom Prato em Campinas, oferecendo alimentação de qualidade à população de baixa renda por preço popular contribuindo assim com a receita (R$ 1,00) 

Neste ano, o Lar recebeu por doação da revendedora Mercedez Bens de Campinas, Sambaíba, um ônibus urbano, adaptado para transporte escolar e lazer das crianças acolhidas.

Em 2005, a entidade estabeleceu convênio com a Secretaria Estadual de Economia e Planejamento para aquisição de um Micro-ônibus. 

No ano de 2006, foram realizadas reformas da cozinha industrial com recursos advindo de doações das empresas Merial e Chevron e dos parceiros Sindicamp, Sindicato dos Rodoviários e Sindcapri. 

Em 2009, através de um projeto do Deputado Jonas Donizete, a entidade estabeleceu convênio com a Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, possibilitando a substituição dos equipamentos da lavanderia industrial.

Reordenamento
Através da Resolução conjunta nº1 – CNAS/Conanda, de 18 de Junho de 2009, aprova o documento Orientações Técnicas: Serviços de Acolhimento para Crianças e Adolescentes, sendo um documento basilar para a estruturação, regulamentação e funcionamento de um serviço de acolhimento nas perspectivas principiológica, metodológica e infra-estrutural. Trata-se de um documento norteador e regulador. 

No ano seguinte, foi feita a aquisição de uma nova perua Kombi para substituir o veículo que estava em uso para transporte das crianças havia mais de onze anos. Neste mesmo ano, a instituição recebeu por doação de um casal, um veículo Fiat Uno ano 1998, muito útil nos deslocamentos do corpo técnico nas visitas às famílias e regiões de origem das crianças acolhidas para cumprir as exigências legais nos processos junto à Vara da Infância e da Juventude. 

Em 2010, com recursos próprios (doadores) três novos veículos foram agregados à frota do Lar, um utilitário Fiorino, doado pelo Sindicamp para transporte de gêneros alimentícios para consumo das crianças, uma caminhonete S10, trocada pelo Uno, para transporte de doações e serviços necessários à manutenção das instalações e um Fiat Uno 2010 para uso o corpo técnico nas visitas e serviços em cumprimento ao Estatuto da Criança e do Adolescente. 

Também neste ano foram realizadas as reformas nas redes elétricas interna e externa do abrigo, numa doação de material e técnico pela Companhia Paulista de Força e Luz, CPFL.

Em 2013, foi trocado o utilitário S10 do ano 1995 por uma S10 zero Km complementada através de uma emenda parlamentar do Deputado Itamar Borges.

Também em 2013 foi substituído o Micro-ônibus 2005 por um zero Km através da complementação da emenda parlamentar do Deputado Jonas Donizete.

Em 2014, o Lar da Criança Feliz, através dos parceiros: Feac, Sindicamp, Sindicato dos Rodoviários e Sindicapri iniciou a construção de uma nova casa com 240 m2, sendo projetada dentro das normas e procedimentos da nova Legislação vigente.

Em consonância com as mudanças, reordenamentos e ações, foi iniciado um novo serviço de acolhimento para crianças e adolescentes - Casa Lar. 

PARCERIAS E CAMPANHAS

Nota Fiscal Paulista: através desse programa, a entidade pode receber a doação das notas fiscais e obter os créditos do ICMS recolhido pelo estabelecimento. Para isso, os contribuintes podem doar para a entidade a nota ou cupom fiscal, sem inserção de CPF ou CNPJ, preferencialmente dentro do mês de consumo para que seja feito o lançamento no sistema. 

Sócios Contribuintes: as pessoas físicas/jurídicas cadastram-se para receber um boleto bancário, podendo contribuir no dia e com o valor que lhes for mais conveniente. 

Campanha do Cartucho Vazio: é a possibilidade de empresas, comunidade, pessoas físicas e instituições efetuarem a doação de cartuchos de impressora jato de tinta e tonners, para encaminharmos a uma empresa responsável por recondicioná-los, dessa maneira revertemos a receita para a entidade. 

Sócios Contribuintes através do CMDCA: o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente prevê uma contribuição para pessoas físicas/jurídicas diretamente à entidade, através de boleto bancário do próprio CMDCA, cuja doação pode ser deduzida do imposto de renda devido. 

Destinação do Imposto de Renda devido: as pessoas físicas e jurídicas podem destinar 6% e 1% respectivamente do imposto de renda devido à nossa instituição para auxiliar na manutenção. No caso das pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real, também podem deduzir do imposto de renda mensal (estimado), trimestral ou anual o valor das doações realizadas, desde que seja limitada a 1% do imposto de renda devido. 

Parceria com Sindicatos: Sindicamp, Sindicato dos Rodoviários e Sindcapri: através da parceria, foi instituída na convenção de coletiva a partir de 2004, a contribuição retributiva como forma de auxiliar na manutenção da entidade e também a doação de 1 almoço por funcionário das empresas vinculadas ao sindicato. 

Campanhas específicas: as empresas e pessoas físicas podem organizar campanhas para arrecadação de materiais/produtos específicos para a nossa entidade, de acordo com a necessidade. Por exemplo: campanha do material escolar, campanha do leite longa vida, etc.
Tudo isso além de realizar e participar ao longo do ano de diversos eventos beneficentes, como: Festa Junina, Jantares. 

Paralelamente a isso, estamos em uma contínua campanha para arrecadação de alimentos, produtos de higiene, produtos de limpeza e medicamentos. Isso tudo além de termos um forte apoio da comunidade com a doação de roupas e brinquedos. 

A credibilidade da entidade em nossa comunidade está na concretização dos projetos que abraçamos. Cada desafio em vez de nos desanimar, nos impulsiona em busca de um sorriso a mais de uma criança. E é em cada sorriso, que encontramos amigos que com atitudes solidárias nos encorajam, tornando-se parceiros de nossas conquistas.