(19) 3256-2525 / (19) 3256-4114

A Adoção

Levando-se em consideração que nem todas as crianças/adolescentes acolhidos estão destituídos do poder familiar, ou seja, não podem ser adotados, buscar o abrigo para iniciar o processo de adoção é caminhar, muito provavelmente, em direção a uma experiência dotada de inúmeras expectativas e frustrações.

Por este motivo, para que todo o processo seja trabalhado de forma tranquila e consciente o primeiro passo para quem deseja adotar uma criança/adolescente é assistir a uma palestra que acontece semanalmente na Vara da Infância e Juventude da Comarca de Campinas. A participação nesta, é pré-requisito para quem pretende cadastrar-se para uma futura adoção.

Após este momento, uma entrevista é agendada e o interessado preenche um cadastro, no qual ficará especificado o perfil da criança que deseja ter como filho(a). Na petição inicial é preciso constar, qualificação completa, qualificação completa, dados familiares, cópias autenticadas de certidão de nascimento ou casamento, ou declaração relativa ao período de união estável; cópias da cédula de identidade e inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas, comprovante de renda e domicílio, atestados de sanidade física e mental, certidão de antecedentes criminais, certidão negativa de distribuição cível. Segundo Art. 197 A da Lei 12.010 de 3 de Agosto 2009.

Um estudo social será, então, realizado pela equipe multidisciplinar da Vara da Infância, e posteriormente o juiz dará a habilitação ou não para o interessado fazer parte de uma lista de pretendentes à adoção.

Quanto menor o número de restrições com relação ao perfil da criança /adolescente a ser adotado, menor o tempo de espera pelo filho desejado.


Endereço da Vara da Infância e Juventude de Campinas
Avenida Francisco Xavier Arruda Camargo, 300 Jardim Santa Cândida Campinas-SP
Fone: (19) 3756-3523